PROTEÇÃO SOLAR - NOÇÕES BÁSICAS

Amplitudes Luminotécnicas

Amplitudes Luminotécnicas
O Sol, que nos fornece a luz natural, envia para a terra uma energia quase constante de 4,2 mil milhões de quilowatts-hora diários. São quatro as razões pelas quais os raios solares que chegam à superfície não são constantes ou iguais em todos os pontos do planeta.
1. A Terra gira sobre o seu próprio eixo demorando 24 horas a completar a volta.
2. O eixo da Terra tem uma inclinação de 23,45 graus em relação ao plano orbital, pelo que no decurso da rotação em volta do sol (um ano) a irradiação solar varia num ângulo de 46,9 graus.
3. As modificações meteorológicas em forma de nuvens fazem com que uma parte da energia solar se dissipe no espaço.
4. Dependendo do grau de latitude, assim variam os ângulos dos raios solares que chegam à superfície da terra. Quanto mais afastados do equador, mais agudos serão estes ângulos e consequentemente menos calor se produzirá por unidade de superfície definida.

Portanto, altura do Sol depende da hora do dia e da estação do ano na trajetória da Terra. Como resultado, nos meses de inverno e primavera, o sol deverá considerar-se mais agressivo do ponto de vista da proteção contra a reflexão solar devido ao ângulo de incidência ser mais agudo.

Tipos de Radiação Solar

Os raios solares dividem-se em diferentes tipos de radiação solar:

Radiação UVC (Gama de raios 200-280 nm) - Radiação de alta energia e onda curta, retida pela camada de ozono.
Radiação UVB (Gama de raios 280-315 nm) - Fração de raios prejudiciais para a pele.
Radiação UVA (Gama de raios 315-380 nm) - Em parte responsáveis por queimaduras solares e pelo envelhecimento da pele.
Luz Visível (Gama de raios 380-780 nm) - Conjunto de raios que o olho humano é capaz de captar.
Radiação Infravermelha (Gama de raios 780-2500 nm) – Radiação térmica.