PROTEÇÃO SOLAR - NOÇÕES BÁSICAS

Estudo dos Ventos

Estudo dos Ventos
Um sistema efetivo de sombreamento é crucial para se viver ou trabalhar o mais satisfeito possível, mas os mesmos têm de resistir aos ventos e turbulências que ocorrem nas fachadas. Os sistemas de sensores inteligentes Warema Cruzfer fornecem essa capacidade com toda a segurança.

Uma classificação teórica inicial sobre a velocidade de vento predominante num edifício pode ser feita com base na altura, localização geográfica, bem como o tipo de solo onde se encontra o mesmo. Picos de pressão, resistência e até turbulência poderão ser produzidos diretamente junto ao edifício. Devido à complexidade de fatores em causa, não é possível obter uma estimativa teórica credível, por isso o teste em túnel de vento é por vezes recomendado para construções de edifícios em larga escala.

Em casos de ventos alternados e laterais (fortes e fracos), a resistência ao vento pode ser aumentada melhorando apenas o tipo de instalação, por exemplo com a colocação de guias ou peças de suporte contra os ventos.

Sistemas e Sensores de Controlo de Vento
A turbulência que ocorre nas fachadas faz com que o posicionamento dos sensores de vento seja mais complexo. Os sensores normalmente mais usados são os anemómetros. As medições obtidas pelos sensores podem variar consideravelmente dependendo da direção e força do vento. Nesse sentido, a monotorização precisa do sistema de sombreamento só é possível com a colocação de vários sensores. Assim, o sistema de proteção solar recebe a ordem de subida do primeiro sensor que deteta que um valor limite específico foi excedido.